Cuidado com a Hipertensão deve ser Constante | Drogarias Viva Mais
Atendimento
Tire dúvidas com nossos atendentes
Fale com um de nossos atendentes
Receber novidades
Receba nossas atualizações em seu email
Buscar
Faça uma busca em nosso site

Cuidado com a Hipertensão deve ser Constante

2 de janeiro de 2018

O avanço da expectativa de vida, o ritmo da vida urbana e os hábitos, principalmente alimentares, incorporados pela população adulta agravaram a prevalência da Hipertensão Arterial Sistêmica, a Pressão Alta.

Levantamento divulgado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) aponta que a Hipertensão Arterial Sistêmica provoca o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Por meio de 22 inquéritos populacionais, constatou-se alta prevalência de hipertensão, cerca de 32% dos adultos. O diagnóstico chega a mais de 50% em indivíduos entre 60 e 69 anos e alcança 75% naqueles com mais de 70 anos.

“A hipertensão arterial pode desencadear uma série de outras complicações e reduzir significativamente a expectativa e qualidade de vida das pessoas”, alerta Dr. Pedro Oliveira, diretor médico da ePharma, empresa líder no mercado de assistência de benefícios farmacêuticos e de soluções para gestão de programas de saúde.

Também denominada como Hipertensão Arterial Essencial, não tem causa identificada e apresenta forte traço de hereditariedade. Segundo o médico, a hipertensão também é conhecida como um mal silencioso, pois não há sintomas ou eles só são percebidos em fase mais avançadas ou quando a pressão aumenta de forma abrupta e exagerada. “A visita regular ao médico e, se necessário, a realização de exames, ajudam o profissional indicar o tratamento adequado”, diz o especialista.

Por estes motivos, ele lembra que, “para indivíduos não diagnosticados, a contínua monitoração deve ser um diferencial”. Os pacientes hipertensos têm propensão a desenvolver outras doenças do coração e outras decorrentes da enfermidade como aterosclerose e trombose. “A orientação do especialista é fundamental para a correta medicação e mudança do estilo de vida”, aponta o diretor da ePharma.

A redução do consumo de sal é essencial no tratamento da hipertensão. Além disso, hábitos alimentares saudáveis e atividades físicas regulares contribuem para a melhoria da qualidade de vida do paciente. Também são fatores de risco da doença: fumo, sedentarismo, abuso de bebida alcoólica, obesidade, diabéticos e pessoas que têm hipertensos na família

Drogarias Viva Mais

Posts relacionados

Você também pode se interessar

Deixe seu comentário

Deixe uma mensagem nesse artigo se você gostou

Comentário Fechado.